Senhoras e senhores, meninos e meninas: Os bastidores do teatro

23/06/2014 12:58

Encena Parque segue até o dia 28 de julho; atrações são gratuitas (Foto:Reinaldo Diniz)

 

Levar os espetáculos aos parques e às instituições beneficentes é uma maneira de democratizar a cultura favorecendo o acesso a todas as idades e classes sociais. Esta é a proposta do projeto Encena Parque, evento teatral em sua 1ª edição em Piracicaba, queiniciou dia 08.

Patrocinada pela ArcelorMittal através do Proac (Programa de Ação Cultural),  a Secretaria Municipal da Ação Cultural apoia o evento.

O Encena Parque segue até o dia 28 de julho, com mais de 10 atrações.  No domingo (15), o Engenho central recebeu a peça Ciranda das Flores, da Cia. Prosa dos Ventos, de São Paulo. A reportagem da Matéria Emplacada conferiu, e mostra os bastidores do espetáculo.

Focada em palco italiano, a Cia Prosa dos Ventos, comprovou que é realmente possível realizar um espetáculo em lugares diferentes, como por exemplo, em lugares abertos.A Companhia chega à cidade no dia da apresentação. Caso seja de manhã, a ida é no dia anterior. A preparação no local se inicia duas horas antes, na montagem de cenários, no caso de Ciranda das Flores, um banco, e alguns pertences pequenos, como um guarda-chuva, e montagem de figurinos.

Élcio Rodrigues, ator da trupe, disse que no palco italiano, utilizam a coxia. “Quando não tem, usamos uma arara, às vezes até atrás de árvores”, disse há reportagem, cinco minutos antes de entrar em cena.

Em lugares abertos, a Cia têm que lidar com improvisos, seja pessoas gritando ou até mesmo cachorros que “invadem” a cena. “Trazemos para dentro do espetáculo. Respeitamos muito quando a pessoa quer interagir”, afirmou Helena Ritto, outra atriz da Companhia, dizendo também que às vezes existem pessoas que querem se destacar mais do que os atores. Segundo ela, pessoas embriagadas.

A “Prosa” também traz para os espetáculos, assuntos da atualidade, seja ocorrendo no país ou até mesmo na cidade em que se apresentam. “Conversamos com as pessoas sobre o que está em alta na cidade”, disse Rodrigues.

À volta para a cidade de origem, São Paulo, é logo após as apresentações. Para a Prosa dos Ventos, ter o retorno do público logo após as apresentações, é de satisfação. “Reconhecimento de um trabalho realizado”, destacou Rodrigues.

O Encena parque ainda ocorre no Engenho Central, Praça Domingo Sávió (em frente ao Colégio Dom Bosco Cidade Alta) e no Parque Histórico Quilombo de Corumbataí (Santa Terezinha).

 

Reportagem acompanhou os preparativos da Cia Prosa dos Ventos; Acessórios e figurinos são guardados em malas (Foto:Reinaldo Diniz)

 

Serviço –Projeto Encena Parque (21 e 28 de julho). Entrada Gratuita. Mais informações e a programação completa no site www.encenaparque.com.br.

 

 

Reportagem: Reinaldo Diniz